Massa à Lavrador / Pâtes à Paysant

Com o tempo fresco que começa a fazer aqui em Paris os pratinhos mais consistentes sabem mesmo pela vida, então me bateu uma saudade deste pratinho que minha avo fazia muitas vezes no inverno, um pratinho cheio de boas lembranças passadas à volta de uma mesa, e a meu encanto agradou imenso aos garotos!!!


Ingredientes :
- 250 gr. de massa cotovelo
- 120 gr. de carne de vaca
- 100 gr. de carne de porco entremeada
- Frango (algumas partes)
- 1 couve frisada
- 1 frasco de feijão vermelho Compal ( não tinha, coloquei grão de bico)
- 3 batatas
- 20 cl de vinho branco
- 2 c.(de sopa) de clorau
- 2 c.(de sopa) de polpa de tomate
- 1 cebola picada
- Sal e pimenta
- Azeite e oleo

Preparação :
Coloque uma tacho tamanho grande ao lume com um pouco de azeite e oleo, pique a cebola para dentro do tacho e deixe alourar.
Adicione as carnes partidas em pedaços médios à exepção do fango,tempere de sal e pimenta, adicione o clorau, o vinho e a polpa de tomate, junte um pouco de àgua até cobrir tudo, e deixe cozinhar mexendo de vez em quanto.
Quanto estiver a ficar sem àgua retire o frango para um pratinho limpe-o dos ossos e volte a colocar-lo dentro do tacho e adicione a couve partida groseiramente,e as batatas , descascadas, lavadas e partidas aos cubos grandinhos, verifique os temperos, acrescente mais um pouco de àgua e deixe cozer novamente mais uns 20 minutos.
Volte novamente a acrescentar àgua no tacho, adicione os feijão vermelho (no meu caso o grão de bico) e a massa, verifique se necesita de sal e deixe cozer até a massa estar cozida a seu gosto.
Sirva de imediato !

Bom Apetite!

lavar bem o coração de boi (ou cove).....
corta-lo aos pedaços......
fazer um bom refogado com carne de vaca, entremeada de porco, frango, umas batatinhas aos cubos, e os temperos necessàrios.....
depois das carnes meias cozidas adicionei o coração de boi.....
e o grão de bico que tanto adoro neste pratinho
uma vez os legumes quase cozidos ainda tenrros adicionei a massa......
deixei cozer ....e aqui està ainda na panela, prontinho a ser devorado e com muitas saudades,fiquei consoladinha com este pratinho simples e muito velhinho nas mesas de portugal!!!